AMOR AOS ANIMAIS E TECNOLOGIA DE PONTA ORIENTAM TRABALHO DE CIRURGIÃO ESPECIALIZADO EM PRÓTESES VETERINÁRIAS

 
 
 
Salvamentos heroicos, momentos comoventes e decisões arriscadas fazem parte dos tratamentos pioneiros documentados na série
 
O veterinário Noel Fitzpatrick
 
 
 

Noel Fitzpatrick estabeleceu novos limites na medicina veterinária com suas pesquisas e técnicas revolucionárias. Ele é um cirurgião veterinário que, com a ajuda de uma equipe formada por mais de cem profissionais, salva a vida de milhares de animais com procedimentos de reconstrução de membros, nos quais são empregadas próteses de última geração. A rotina de Noel e de sua equipe é documentada pelas lentes do Animal Planet na série inéditaVETERINÁRIO BIÔNICO (The Bionic Vet), com estreia neste sábado, 17 de maio, às 22h.

O cirurgião construiu um centro de referência na saúde animal – a clínica Fitzpatrick, na Inglaterra – ao investir em equipamentos que podem ser encontrados nos melhores hospitais para humanos. Máquinas de tomografia, implantes sob medida, fisioterapia e procedimentos inovadores são os instrumentos de Noel, um homem que ama os animais e protagoniza momentos comoventes junto a seus pacientes de quatro patas.

De cães de grande porte a gatos e chinchilas, os pets que recorrem à clínica Fitzpatrick sofrem de doenças degenerativas ou passaram por acidentes que resultaram na amputação de seus membros – para todos eles, Noel é a última alternativa.

Dividida em seis episódios de meia hora, a produção percorre os corredores e salas de cirurgia da clínica para contar histórias emocionantes de donos e animais que chegam ali procurando alívio para angústia e dor.

No primeiro episódio, os telespectadores conhecerão Mayo, um labrador de oito anos que tem artrite severa nas quatro patas – uma delas perdeu totalmente a função, e Mayo só conseguirá sobreviver se tiver o ponto de apoio restabelecido. Inspirado em X-Men, Noel surge com uma solução cirúrgica extraordinária, a "Técnica Wolverine".

Depois é a vez de Oscar, gato com dois anos de idade, entrar para a história da medicina veterinária: ele será o primeiro animal a receber duas próteses colocadas com implantes. Oscar sofreu um acidente que amputou suas patas traseiras e, depois de sobreviver à fatalidade, precisa vencer o risco de rejeição dos implantes para se tornar o primeiro gato com duas patas biônicas.

"Nós temos o dever moral de cuidar desses animais. Devemos aos donos, que amam seus bichos, e aos próprios animais, seres sencientes, o melhor tratamento possível, tudo que estiver a nosso alcance. Mas a luta tem um limite – eu sou a primeiro a reconhecer quando chegamos ao fim das alternativas", afirma Noel.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016