SescTV exibe três documentários sobre produção teatral


 

Com direção de Julio Calasso, as produções vão ao ar nos dias 12, 19 e 26/08

 

 

SescTV exibe três documentários que abordam a produção teatral, com concepção e direção de Julio Calasso. São eles: O Incrível Encontro (2001), Electra na Mangueira (2002) e Electra no Municipal (2003). As produções são resultado de um processo de criação coletiva de três peças teatrais realizadas pelo Centro Experimental Teatro Escola – CETE, no Rio de Janeiro, com atores e não atores, e serão exibidas no canal nos dias 12, 19 e 26/08, sextas, às 23h.

 

Com o objetivo de compartilhar suas experiências com moradores de comunidades do Rio de Janeiro, um grupo de artistas profissionais criou o Cine Teatro CETE - Centro Experimental Teatro Escola, em 1999, no bairro da Lapa. De lá para cá já montaram e encenaram diversas peças teatrais tendo atores profissionais e pessoas da comunidade na montagem e encenação.

 

O teatro, que até pouco tempo, tinha poucos registros, segundo o diretor Julio Calasso, hoje pode ter sua memória construída por meio de novas tecnologias, como: equipamentos e processos digitais, câmeras portáteis e métodos de edição disponíveis em programas de baixo custo. "Possibilitando que se construa uma memória das artes cênicas que não seja apenas de velhos recortes e fotos amarelecidas", explica.

 

Com esse intuito, o diretor, em parceria com os atores Antonio Pedro Borges, Paulo Moura, Ricardo Petraglia, Amir Haddad, Scarlet Moon e outros artistas do CETE capturaram, durante sete anos, 150 horas de material audiovisual dos processos de encenação de peças musicais realizadas pelo grupo.  Com esse material criaram os três documentários.

 

O primeiro, O Incrível Encontro é inédito e apresenta, no dia 12, sexta, às 23h, os 15 meses de desenvolvimento do processo de montagem do espetáculo musical de mesmo título. Envolvendo 100 pessoas, a produção narra, pela ótica do povo, fatos que ocorreram durante 500 anos de História do Brasil. "A gente pegou a história e dividiu em incríveis encontros, em cada século", diz ator Anselmo Vasconcelos, um dos fundadores do Grupo CETE. O documentário é permeado por entrevistas de atores e não atores oriundos de comunidades da Lapa, além de diretores, que falam sobre a elaboração da peça, colaboração de todos e trocas de experiências.

 

No dia 19/08, sexta, às 23h, o documentário Electra na Mangueira retrata a construção da tragédia grega Electra, de Sófocles, encenada por moradores da Mangueira e apresentada no barracão da comunidade. Dentre outros assuntos, atores, diretores e moradores participantes comentam sobre o trabalho social realizado pelo Grupo CETE, que abriu espaço para um diálogo com a estética da cultura popular e com a influência de ritmos brasileiros.

 

Para fechar a trilogia, o canal exibe no dia 26/08, sexta, às 23hElectra no Municipal. A produção registra a apresentação, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, do clássico Electra, de Sófocles, realizado pelo CETE e seus atores profissionais e moradores da comunidade da Mangueira, que participaram dos ensaios e processo criativo para a adaptação da peça grega.

 

Sobre Julio Calasso

Diretor, ator e produtor, o paulistano Julio Calasso, de 75 anos e 50 de carreira, possui uma vasta experiência no cinema, teatro e produção musical. Como produtor executivo e diretor de produção, tem no currículo cerca de 20 obras entre filmes e série, como O Bandido da Luz Vermelha (1968), de Rogério Sganzerla, e República da Traição(1970), de Carlos Ebert. Além disso, fez trabalhos autorais, como o Longo Caminho da Morte (1974). Também atuou como produtor musical e empresário de grandes e pequenos shows, e como produtor teatral, principalmente no CETE – Centro Experimental Teatro Escola, entre 1999 e 2005, na produção de 17 espetáculos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016