A descoberta das raízes africanas é tema da série Brasil: DNA África no canal BBC Earth, dia 25 de novembro

O jornalista maranhense Raimundo Garrone viajou até
Guiné-Bissau depois de descobrir sua ascendência africana

O jornalista maranhense Raimundo Garrone sempre pensou ser descendente de indígenas, mas descobriu que suas origens são africanas, mais precisamente de Guiné-Bissau, após participar de um teste de DNA. O encontro de suas raízes, até então desconhecidas, no continente africano é o tema central do terceiro episódio inédito de Brasil: DNA África, exibido pelo canal BBC Earth na próxima sexta-feira, dia 25 de novembro, às 20h10. A série, com cinco episódios, é uma produção da Cine Group, de 2016, que desvenda a origem genética de 150 afrodescendentes brasileiros. Os personagens foram escolhidos nos estados que mais receberam escravos: Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco e Rio de Janeiro.
O terceiro episódio da série Brasil: DNA Áfricaserá reprisado pelo BBC Earth no dia 26 de novembro, às 06h40 e 11h45. 
No próximo episódio inédito, que irá ao ar no dia 2 de dezembro, o músico Sérgio Pererê, de Minas Gerais, conhece Angola após descobrir que os seus ancestrais são do povo Ovimbundu. No quinto e último episódiono dia 9 de dezembro, o músico e educador Levi da Silva Lima, de Pernambuco, descobre que descende dos Macua e visita Moçambique.
A história contada pelo DNA
Segundo dados do Trans-Atlantic Slave Trade Databases, site onde estão catalogadas 29 mil travessias transatlânticas de navios negreiros, barcos com bandeira de Portugal chegaram a transportar 5,8 milhões de escravos para o Brasil. Em mais de quatro séculos, eles se multiplicaram e contribuíram para a formação do povo, de sua cultura, culinária e religião. Hoje, 53% dos brasileiros se declararam pardos ou negros, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) - 2014, do IBGE, mas a imensa maioria desconhece suas reais origens africanas.
O banco de dados genético do African Ancestry, laboratório americano localizado em Washington (Estados Unidos), que mapeou 220 etnias africanas, ajuda a preencher algumas lacunas desta história. Como os escravizados tinham seus nomes mudados e perdiam suas referências, os negros não sabem de quais povos africanos descendem. Os resultados dos testes de DNA foram surpreendentes e comprovaram que, para o Brasil, vieram muito mais etnias do que se acreditava até então.
Terceiro episódio
Filmado no Maranhão, este programa mostra a descoberta da verdadeira ancestralidade africana de 30 personagens locais. Graças ao exame de DNA, Garrone descobriu ser descendente do povo Balanta e foi convidado a conhecer o país de seus antepassados. Além do jornalista, participaram da coleta de material genético o historiador Carlos Benedito, o nutrólogo Maurício Paixão, a lavradora Maria José Palhano Silva, o advogado Jomar da Silva Moraes, a cantora Célia Sampaio, a servidora pública Josanira Rosa Santos da Luz, entre outros.
Raimundo Garrone se emocionou ao descobrir de onde seus ancestrais vieram: "Por conta das minhas características, eu sempre achei que era descendente de índios". O jornalista participou de um encontro com estudantes da Universidade Colinas de Boé, na capital Bissau, e pode contar como foi a descoberta de ser descendente de negros. "Para mim, foi um orgulho".
O encontro de Garrone com os integrantes da tribo Balanta foi um momento de emoção. "Da próxima vez eu vou ficar aqui com vocês". Os sobas, ou anciãos da tribo, contaram que sabiam das histórias de que muitas pessoas haviam sido levadas como escravos para o Brasil. "Mas não sabíamos se elas tinham descendentes. Estamos muito contentes porque você voltou para casa", disseram.
"Volto pra o Brasil com sentimento de pertencimento a África. Conhecer de perto Guiné-Bissau foi uma viagem espiritual", foi o seu balanço da experiência.
Ficha Técnica:
Brasil: DNA África
Criação e Concepção: Mônica Monteiro
Produção Executiva: Mônica Monteiro e Luciana Pires
Direção Geral e Roteiro: Carlos Alberto Jr.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê