Depois de emplacar seu primeiro longa-metragem na corrida pelo Oscar, a produtora brasileira Ocean Films inicia novas produções

Como o próximo longa do diretor Mauro Lima e uma série documental dirigida pelo premiado Jorge Bodanzky.

 

 

Produtora também amplia atuação e presença nacional com abertura de escritório

em São Paulo para a Nunchaku, seu braço de publicidade.

 

Nesta quinta-feira, 10 de novembro, Pequeno Segredo chegará a centenas de telas do circuito nacional de cinemas, após ser indicado a representar o Brasil na possível disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro e de ter sido aplaudido de pé em todas as sessões do Festival do Rio. Uma das produções mais comentadas e aguardadas dos últimos tempos, o longa dirigido por David Schurmann é a primeira produção cinematográfica daOcean Films, tendo o sócio João Roni à frente dessa iniciativa, ao lado da produtora Schurmann Filmes. Fundada há 16 anos, a empresa vem construindo um respeitável portfolio de produções no Brasil para diferentes áreas de entretenimento, cinema, TV e publicidade.

Embalados pelo sucesso de Pequeno Segredo, os sócios daOcean Films agitam a equipe para retornarem aos bastidores do cinema nacional, agora em 2017, com a produção do próximo filme, Homens de Ouro de Mauro Lima, diretor de sucessos como Tim Maia Meu Nome Não é Johnny, em co-produção com a Caravela Filmes e distribuição da Downtown Filmes. Além disso, o time do núcleo de Conteúdo de Televisão, liderado pelo produtor Nuno Godolphim, está realizando a série documental Transamazônica – uma estrada para o passado, dirigida pelo premiadíssimo Jorge Bodanzky, uma das maiores referências do documentário brasileiro, já em fase de montagem, com exclusividade para a rede HBO.

Entre a nova leva de projetos, vale destacar que a equipe daOcean Films tem em linha de produção mais quatro projetos documentais para a TV a cabo e dois longas de ficção em versão final de roteirização. Entre eles, destaque para DOTsobre a história da Irmã Dorothy Stang, assassinada na Amazônia em 2005, numa coprodução com os Estados Unidos. Além disso, a produtora está desenvolvendo um projeto transmídia sobre a heroína e espiã Brigitte Monfort, uma espécie de James Bond de saias, originalmente lançada em livros de bolso nos anos 60, que prevê série de TV, longa metragem, a reedição de livros e até mesmo graphic novels e versão animada, que já conta com uma coprodução com o Canadá.

Paralelo à consagração da estreia em produções para o cinema, acompanhando por novos e grandes projetos, a Ocean Filmscelebra ainda a ampliação de sua atuação e estrutura.

Nunchaku no Brasil

"Os bons resultados da Ocean Films, nos últimos anos, possibilitaram o investimento em outras áreas do audiovisual. Acreditamos ser uma evolução natural. O know-how deproduction service nos leva a novos desafios todos os dias, por isso, cinema, TV, conteúdo… tudo está no caminho da produção e execução", conta Cristian Marini, também sócio da empresa. Dentro deste cenário, nasce a Nunchaku no Brasil, uma fusão dos talentos da renomada produtora argentina Nunchaku do diretor Nico Kasakoff e a expertise de produção da brasileiraOcean Films.

Comandada pelo produtor executivo Diego Melo, a Nunchaku BR passa a atuar como o braço de publicidade nacional, representando – com exclusividade no Brasil – diretores de cena nacionais, como Rodrigo Rebouças, e internacionais que já atuam na produtora argentina. Para essa operação, a empresa acaba de abrir um escritório em São Paulo. Vale lembrar que a Ocean Films também conta com sedes no Rio de Janeiro, onde fica a área de Production Service e o núcleo de Criação e Conteúdo, além de Florianópolis, sede original da empresa, hoje dedicada à área de Cinema e Entretenimento.  

Na contramão da crise

Contradizendo as estatísticas e o pessimismo da atual situação das empresas brasileiras, há 5 anos, a Ocean Films vem crescendo significativamente seu faturamento – mesmo investindo alto nas áreas de Entretenimento, Cinema e TV. Entre os fatores que impulsionam os resultados está o perfil de clientes que, em sua maioria, vêm do exterior interessados em produzir no Brasil ou nos demais países da América Latina. Outro trunfo de sucesso da empresa é a estrutura enxuta em todos os departamentos e braços de atuação. Uma gestão ágil e muito bem compartilhada entre executivos e colaboradores faz também a empresa ser eficaz no controle de cada projeto.

Apostando nesta fórmula, a Ocean Films acredita que, "independente da crise, precisamos nos preparar agora para que no futuro possamos continuar colhendo bons frutos", diz Zahra Staub, sócia da Ocean Films. Roni conclui: "não poderíamos estar mais contentes. O anúncio do nosso primeiro longa-metragem para representar o Brasil no Oscar, o lançamento da Nunchaku no Brasil e a abertura do escritório em São Paulo, acompanhados de índices de crescimento, reforçam o que já acreditávamos: determinação, criatividade, dedicação e muito jogo de cintura, num país como o Brasil, são as bases para alcançar nossos objetivos, nossos sonhos".

Alguns destaques Ocean Films

 

PEQUENO SEGREDO

Longa-metragem

Produção: Ocean Films e Schurmann Films

Distribução: Diamond Films

Estreia: 10 de novembro 2016

(assista o trailer)

OS HOMENS DE OURO

Longa metragem

Coprodução: Caravela e TVQ

Distribução: Donwtown Filmes

Produção: 2017

Estréia: 2018

TRANSAMAZÔNICA: Uma estrada para o passado

Série Documental 6 x 58´

Com exclusividade para HBO

Em produção

ENREDO DE BAMBA

Série Ficção 5X26`

Coprodução: Canal Brasil

Estreia: fevereiro de 2017

BRIGITTE MONFORT

Projeto Transmídia

Em desenvolvimento 

DOT: a vida e o assassinato de Dorothy Stang

Longa metragem

Em desenvolvimento

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016