Final do “MasterChef Profissionais” chega aos 9 pontos e deixa a Band na vice-liderança

 


Dayse é a primeira MasterChef Profissional do Brasil

 

São Paulo, 14 de dezembro de 2016 – A grande final do MasterChef Profissionais atingiu 9 pontos de audiêncianesta terça-feira, deixando a Band na vice-iderança por 59 minutos. O programa registrou 7,4 pontos de média e share de 14% no horário (22h30 - 01h21).

Com a exibição dos 11 episódios, a primeira temporada da disputa entre os cozinheiros profissionais registrou 7 pontos de média, alcançando a liderança na audiência por mais de quatro horas.

Dayse Paparoto conquistou o paladar dos jurados Henrique Fogaça, Erick Jacquin e Paola Carosella e foi a vencedora da primeira temporada doMasterChef Profissionais. "A vitória foi surpreendente. Sou uma pessoa muito insegura, talvez essa experiência vá me ajudar a confiar um pouco mais em mim mesma", declarou.

Natural de Mogi das Cruzes, o cardápio da campeã teve dois amuse-bouches (vieira negra e sopa de castanha), duas entradas (gnochi romano com especiarias e escalope de foie gras com redução de uva), dois pratos principais (atum ao poivre e dryaged com glaçagem) e duas sobremesas (panacotta de cereais e fudge de chocolate com sorvete de baunilha).

 

Relembre a trajetória da vencedora

"No teto, parede, barata, sensualiza...". Esse é o verso da música criada por Dayse Paparoto para espantar a tensão antes do começo das provas no vestiário do MasterChef Profissionais. Com bom humor, ela conseguiu colocar todos os colegas para dançar.

Além da descontração, a fé é outro ponto de equilíbrio da cozinheira de Mogi das Cruzes. Todo dia, antes de sair de casa, ela sempre lê uma passagem da Bíblia e pede proteção para os desafios da vida. Por baixo do dólmã, a competidora gosta de usar camisetas com mensagens positivas.

Quando entrou na cozinha mais famosa do Brasil pela primeira vez, Dayse descobriu que teria que competir com Ivo Lopes, seu ex-chefe, e teve a dimensão que era o desafio de estar no maior talent showculinário do mundo. No começo do programa, os dois dominaram a competição e a candidata de 31 anos mostrou que tinha talento para ir longe.

No primeiro episódio, Dayse ficou entre os destaques da prova do talharim à carbonara. No desafio seguinte, ela levou a melhor na hora de reproduzir a receita de arroz de bacalhau com posta confit e emulsão de bacalhau, levada pelos chefs Gabriel Matteuzzi e Guilherme Vinha, do restaurante Tête à Tête.

Após o anúncio dos jurados, a paulista parecia ainda não acreditar que venceu Ivo. "Caraca, nem estou acreditando" foi umas frases mais repetidas para comemorar a permanência na atração.

No entanto, o banho de água fria veio na sequência. Dayse fracassou como capitã na prova no Yatch Club Santos - que contou com a participação dos jurados do X Factor Brasil - e viu sua equipe levar uma lavada. Em sua primeira vez na eliminação, nada de destaque, ficou apenas na média no preparo do coelho para manter o sonho de vencer a competição.

Quando teve a primeira Caixa Misteriosa da temporada, os cozinheiros tiveram que mostrar que tudo pode virar uma boa refeição. A participante ficou entre os melhores no desafio da xepa.

Em uma das provas mais festejadas desta edição, Dayse trabalhou ao lado de João Lima no MAC-USP (Museu de Arte Contemporânea) e conquistou a maioria dos votos dos artistas plásticas no quesito sabor.

No sexto episódio, Dayse novamente não se deu bem em uma disputa em equipe e levou a pior quando foi necessário combinar a cozinha portuguesa com a brasileira. Para continuar na competição, ela se superou e apresentou a melhor releitura de torta de limão.

Já no desafio do açougue, a candidata enfrentou problemas para cozinhar ao lado de Dário e Ivo. Dayse avisou que o trio precisava entregar um pernil de cordeiro inteiro para a avaliação de Istvan Wessel. No entanto, ela foi ignorada pelos colegas. Após o feedback do convidado, tudo que ela repetia foi: "Eu avisei, eu avisei, avisei". Mesmo contrariada, ela continuou firme na disputa com os colegas e vibrou na vitória que garantiu lugar no mezanino.

Antes da Caixa Misteriosa do luxo, Dayse teve que lidar com a pressão de ser apontada pelos quatro oponentes na disputa como a mais fraca. A resposta veio com o melhor prato e elogios de Paola Carosella. Na comemoração, Dayse vibrou, chegou a gritar e não conseguiu não olhar com superioridade os colegas.

Na disputa da prova da culinária brasileira, a participante perdeu a disputa para Marcelo ao escolher o milho como seu ingrediente principal. No desafio seguinte, o seu rival na final revelou que fez de tudo para dificultar a vida da cozinheira e escolheu fraldinha como proteína principal da sua receita. Ousada, ela resolveu combinar a carne com vieira, surpreendeu e colocou mais uma vitória em sua trajetória.

Porém, nos bastidores, Dayse não escondeu que o desejo de Marcelo de tirá-la da disputa a deixou abalada, mas disse que não mudaria em nada e provaria que merecia respeito com o seu talento.

Talvez por ainda estar abalada, a cozinheira não foi bem na prova do campo a mesa e chegou a classificar a experiência como o seu pior dia dentro da cozinha do MasterChef. Porém, ela se recuperou a tempo, reuniu forças e derrotou Dário para conseguir um lugar na decisão do programa.

 

MasterChef Profissionais, formato da Endemol Shine-Group, é uma co-produção da Band com o Discovery Home & Health. O programa já teve nove temporadas exibidas no Reino Unido e uma na Austrália. No Brasil, apresenta a sua primeira temporada, que vai ao ar todas as terças-feiras, às 22h30, na tela da Band (com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para smartphones) com reapresentação às sextas-feiras, às 19h, e aos domingos, às 19h30, no Discovery Home & Health.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016