Multi-instrumentista Amoy Ribas apresenta suas experimentações musicais em dois programas inéditos no SescTV


 

Em nova fase criativa, o músico fala sobresua trajetória em documentário e show inéditos, no dia 01/01, domingo, a partir das 21h


Amoy Ribas. Foto: Piu Dip

 

A mistura de técnicas e estilos do percussionista, compositor e pesquisadorAmoy Ribas é apresentada em dois programas inéditos no SescTV. No documentário da série Passagem de som, o músico expõe sua trajetória pessoal e musical, além de visitar um espaço de meditação e uma fábrica de instrumentos musicais. No show da série Instrumental Sesc Brasil, novas e antigas composições se fundem e revelam a diversidade do artista que já tocou com grandes nomes brasileiros, como Hermeto Pascoal, Hamilton de Holanda e Beth Carvalho. Com direção geral de Max Alvim, as produções vão ao ar no dia 01/01, domingo, a partir das 21h (assista também emsesctv.org.br/avivo).

 

No episódio de Passagem de Som, o percussionista conta sobre sua infância, nos Estados Unidos, quando iniciou seu contato com a música nas celebrações e meditações realizadas no templo do guru indiano Osho, do qual sua família é discípula. Ao se mudar posteriormente para a Índia e Alemanha, ele desenvolveu uma melodia própria baseada na criação intuitiva e na variedade de instrumentos. "Como artista, tenho como obrigação buscar novidades para mostrar para o público", defende.

Além de morar no exterior, Ribas, que nasceu em Brasília, viveu também em Pernambuco, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. O convívio com diferentes ritmos influenciou seu repertório, que transita pelo jazz e MPB, mesclando com jongo, maracatu, barrabaixo, samba e ijexá.

Passagem de Som acompanha Ribas, na capital paulista, a um espaço de práticas alternativas e a uma oficina do luthier Zé Benedito; e mostra ensaio do músico para show da série Instrumental Sesc Brasil, exibido na sequência. No espetáculo, Ribas toca piano, vibrafone e dois instrumentos criados por ele, o ilumbo - uma mistura de tambor africano ilu com bombo leguero argentino - e uma marimba de vidro. O percussionista toca composições autorais e se apresenta em quarteto, com Vinícius Gomes, na guitarra e violão, Thiago Espirito Santo, no contrabaixo, e Fernando Amaro, na bateria.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016