Startup lança serviço de telefonia via aplicativo sem utilizar rede de dados

Rápido e eficaz, solução descarta a internet

Inspirados no filme Lucy de Luc Besson e observando a grande interação das pessoas com seus celulares, como ocorre no filme Ela de Spike Jonze, e na busca de uma tecnologia que se renove para se adaptar ao mercado atual, surgiu a ideia de oferecer às pessoas uma operadora global, inteligente e com identidade, que provê ligações de alta qualidade, a qualquer hora e lugar.

Então, em 2014 o que era um sonho hoje virou realidade. Devido ao trabalho da equipe por trás do aplicativo "Lucy", no dia 2 de janeiro de 2017 será lançado o aplicativo na plataforma Android e iOS. "Atualmente, já alcançamos mais de 100 países com ênfase no Brasil, Estados Unidos, grande parte da América Latina e Oriente Médio", explica o CEO e engenheiro de produção Caio Fiuza.

A solução é derivada das experiências dos fundadores de mais de 10 anos com o mercado de telecomunicações. "Ao perceber que esta tecnologia é mais poderosa do que utilizar o aplicativo com função exclusiva de realizar chamadas, decidimos transformá-lo também em um assistente pessoal", destaca.

A função "No Roaming" é inovadora. O usuário pode escolher um número que deseja receber a chamada, digita o destino e a ligação ocorre igual à local, sem taxas adicionais.

Hoje, a solução possui mais de 180 mil usuários na versão beta em Android e está disponível em inglês, português e espanhol, sendo possível realizar ligações para mais de 190 destinos. Toda a comunicação é criptografada, exatamente como já ocorre no sistema tradicional de redes de celular.

Oferecer esse serviço não é exatamente uma novidade, uma vez que já existem outros aplicativos que tentam viabilizar os custos de ligações. Entretanto, o diferencial é que os usuários contem com a estrutura de uma operadora global, que funciona via rede de voz. "Isso permite manter a qualidade da ligação e elimina ruídos, diferente dos demais que utilizam rede de dados. O único concorrente nesse quesito é o Skype, mas a nossa vantagem sobre ele é que oferecemos serviços mais exclusivos e menores taxas", revela Caio.

Não há diferença nas chamadas, o cliente pode ligar para quem tenha ou não feito o download. Além, disso não há cobranças específicas, somente do pacote escolhido e os créditos não expiram, mesmo se não forem consumidos. Dessa forma, os minutos das assinaturas ou ganhos através de ofertas se acumulam e podem ser utilizados para qualquer lugar.

O sistema de cobrança funciona de duas formas, uma sendo através do aplicativo, em que o usuário pode optar pela compra de minutos avulsos, exatamente como pré-pago ou pode escolher um dos planos de assinatura disponíveis. "Todo mês, a mesma quantia de minutos será carregada na conta. Para facilitar, escolhemos algumas empresas varejistas no intuito de beneficiar o usuário, proporcionando a conversão de cada compra por minutos", conclui o ceo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê