Após hiato, Cogumelo Plutão grava DVD acústico em São Paulo


Registro respeitará o estilo pop rockeiro da banda que se consagrou com "Esperando na Janela" e contará com inéditas

Sabe aqueles livros e filmes com títulos: "A incrível história de fulano de tal e..."? Pois se fosse feito um documentário da trajetória da banda Cogumelo Plutão, obrigatoriamente o título seria nessa linha. Incluindo o DVD que gravam agora em 7 e 8 de fevereiro em São Paulo, no Teatro UMC, 17 anos depois que explodiram no país todo.

O registro respeitará de certa forma o estilo pop roqueiro que os consagrou. Será acústico, com variações desenvolvidas no hiato forçado que a banda tomou, desde a explosão.

No auge do sucesso, o líder Blanch Van Goch foi diagnosticado com aneurisma e obrigado a tratamento nos Estados Unidos, em procedimento que só era realizado lá à época.

Foram dois anos e meio de hospital, oito meses em cadeira de rodas, em que não conseguiu exercer nada ligado à criatividade musical. Aproveitou para estudar, fez pós graduação em Psicologia da Comunicação e Faculdade de Engenharia de Som. Nesta, desenvolveu os fundamentos que guiam a produção do trabalho novo.

De volta ao Brasil, não retomou a banda e foi morar no campo, virou agricultor e se dedicou a projetos humanitários voltados a crianças carentes. Só que a música do seu Cogumelo Plutão não entrou em hiato.

No começo dos 2000, "Esperando na Janela" foi trilha da novela "Laços de Família", além de cair no gosto dos ícones do universitário sertanejo que surgiam. Cesar Menotti e Fabiano a gravaram, e apenas o clipe já bateu em milhão de visualizações. O disco que a trazia, "Biblioteca de Sonhos", passou disso em vendagem.

"Uma Vez Mais" foi para a novela "Alma Gêmea" no meio dos 2000 e manteve a chama em brasas, e a canção "Beijar na Boca" foi adotada por Claudia Leitte, entrou em seu "Ao Vivo em Copacabana" e foi outra que endossou o apelido de Blanch de "o cara das músicas eternas".

Todas estarão no DVD. Ao lado de 12 inéditas, que se formaram nos últimos cinco ou seis anos, quando a atividade musical foi aos poucos retomada.

O projeto traz duas sinalizações - a descoberta da banda da formação de nova cena musical, principalmente no Sul do país, de onde eles vêm, e a influência de regência e produção italianas no registro. Daí um trabalho longe do acústico tão somente cru, mas requintado, com qualidade sonora diferenciada, desde arranjo de cordas até utilização maior de piano.

Blanch Van Goch ao lado de Max (baixo), Phozzy (bateria), Leandro Salgado (guitarra), Thiago (teclado) e Marcelo (guitarra) convocaram Edu Ávila para a produção.

Com tudo isso é de se esperar um novo e belo capítulo nessa "incrível história de Cogumelo Plutão".

 

SERVIÇO

Dias: 07 e 08 de Fevereiro de 2017
Local: Teatro UMC – São Paulo
Endereço: Av Imperatriz Leopoldina 550 – Vila Leopoldina
Horário: 21hs
Tempo de duração: Aprox 1h30min
Lotação da casa: 300 pessoas
Ingressos: http://minhaentrada.com.br/evento/07-02-dvd-15-anos-acstico-cogumelo-pluto-5839

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016