DISCOVERY CRIA CORRIDA DE AVENTURA COM ATLETAS DE ALTO RENDIMENTO: “TARZAN AMERICANO”

 
 
 
 Série vai ao na programação dos "Domingos de Extremos" e documenta competição que reúne esportes radicais, obstáculos naturais e
desafio de sobrevivência
 
 
 

Participantes da série

Ao longo do processo evolutivo, a humanidade se distanciou de suas habilidades animais – sobreviver na natureza selvagem é um grande desafio para os humanos. Os participantes de TARZAN AMERICANO (American Tarzan), o novo reality do Discovery, estão dispostos a provar que podem se reconectar ao passado das caverna e têm vantagem quando comparados à maioria: adeptos de esportes extremos, eles possuem capacidades que incluem escalar paredões em segundos e correr mais de uma centena de quilômetros.

Com estreia em 22 de janeiro, às 21h30, como parte da programação dos "Domingos Extremos", a série documenta uma corrida de aventura ao estilo Discovery: sete desses atletas de alto rendimento são deixados na ilha caribenha de Dominica. O objetivo do grupo é percorrer um trajeto com cerca de 80 quilômetros – ao longo do percurso, eles encontrarão uma série de obstáculos naturais. Aquele que chegar primeiro à linha de chegada, na formação rochosa conhecida como "Chapéu da Bruxa", ganha o título deTARZAN AMERICANO.

Cavernas, penhascos, corredeiras, paredões rochosos e encontros indesejados com predadores estão na rota: não basta sobreviver, é preciso manter-se em condições de competir com os demais, em meio a todas essas condições adversas. Há 600 anos, a ilha foi habitada por uma tribo que desenvolveu métodos engenhosos para dominar a paisagem diversa, composta por selva, praia, montanha e cânion – esses habitantes ancestrais são inspirações para o grupo.

Os participantes devem conseguir o próprio alimento e água para compensar a perda de calorias e líquido ocasionada pelos exercícios extenuantes. Durante a noite, a corrida é interrompida. Os competidores definem o local onde irão acampar e improvisam o próprio abrigo, certificando-se de que estarão protegidos dos predadores noturnos que vivem na ilha. Estamina, força mental e conhecimentos gerais para evitar as armadilhas da natureza são imprescindíveis.

A primeira temporada de TARZAN AMERICANO conta a com a participação de duas mulheres e cinco homens, adeptos de esportes variados – as modalidades e perfis de treino influem diretamente nas estratégias que cada um deles adota na competição.

Brandon é a força em pessoa. Atleta de levantamento e deslocamento de peso, ele é capaz de erguer troncos maciços e arrastar veículos pesados, mas perde pontos no quesito agilidade.

Derek: pratica modalidades conhecidas como esportes de lenhador – o que implica em habilidades como escalar troncos enormes em velocidade, além de força extrema para cortar madeira. Bom caçador, ele também tem a falta de agilidade como ponto fraco.

Jeremy: sempre praticou esportes, participando de diversas modalidade individuais e coletivas. Hoje, é dono de uma academia onde é professor deparkour. Pode superar qualquer obstáculo com facilidade, mas tem medo de alturas.

Kim: enfermeira que já trabalhou no exército em missões de risco. Hoje é atleta de corridas com longas distâncias. Tem resistência física e mental para vencer horas de exercício em terrenos difíceis. Escalada, entretanto, é um problema para ela.

Maria: sempre esteve envolvida com esportes. Atualmente, é atleta da "corrida espartana" e está costumada a percorrer longas distâncias com obstáculos de alto grau de dificuldade. Consegue levantar o dobro do próprio peso, mas deixa a desejar na natação.

Reames: ex-fuzileiro naval das tropas de reconhecimento, é atualmente treinador de policiais para o resgate de reféns. Duro na queda, nada na selva o abala. Exímio nadador, sofre com as dores no tornozelo.

Tim: já correu mais de 150 quilômetros em menos de 15 horas. Está acostumado com as longas distâncias em terrenos difíceis, mas não tem muita força nos braços, nem se destaca em técnicas de sobrevivência .

O episódio de estreia registra os dois primeiros dias de provas. Os competidores são deixados a oito quilômetros da costa, em canoas. Eles terão pela frente mais de uma hora de remada para chegar ao delta do rio que os leva ao coração da selva. Kim sai na frente, mas fica muito tempo sem ingestão de calorias e com gasto altíssimo. Tim a alcança em uma parte crítica do percurso: corredeiras que devem ser atravessadas com ajuda de corda.

Depois, uma escalada por um paredão rochoso de 15 metros usando os cipós e raízes que o recobrem – o objetivo é chegar ao vale e ali montar o acampamento para a primeira noite, utilizando folhas e troncos para construir os abrigos. Um dos participantes não consegue vencer o paredão e deixa a competição.  No segundo dia, os competidores encaram um pântano e, depois, uma trilha íngreme e extensa que termina nas ruínas de uma construção com dois séculos de existência.

SERVIÇO

TARZAN AMERICANO (American Tarzan)

Estreia: domingo, 22 de janeiro, às 21h30

Classificação indicativa: 14 anos

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016