A&E apresenta com exclusividade a maior premiação do cinema independente


·        32ª edição dos Spirit Awards será transmitida ao vivo na América Latina no dia 25 de fevereiro

·        A produção brasileira Aquarius, estrelada por Sônia Braga, concorre ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

 


Transmissão ao vivo: 25/2, sábado, 19h

 

 

 

Spirit Awards 2017, a premiação mais importante de premiação de cinema independente, será realizado no dia 25 de fevereiro, em uma tenda na praia, em frente à célebre doca de Santa Mônica, na Califórnia, cidade de Los Angeles, será transmitida ao vivo pelo A&E com tradução simultânea em Espanhol e Português. A cerimônia, realizada pela Film Independent, organização sem fins lucrativos dedicada aos filmes independentes e aos diretores de cinema independente, será apresentada pelo ator, roteirista e produtor norte-americano Nick Roll (Festa da SalsichaUma Noite Fora de SérieBrooklin 9-9) e pelo roteirista e comediante estadunidense John Mulaney (Saturday Night Live).

 

Os candidatos a Melhor Filme são American HoneyChronicJackieManchester à Beira-mar Moonlight – Sob a Luz do Luar. Este último foi selecionado para receber o premio Robert Altman, concedido ao diretor de um filme, diretor de elenco e ao elenco. O prêmio foi criado em 2008 em homenagem ao célebre diretor, reconhecido por criar elencos extraordinários. A produção brasileira Aquarius, estrelada por Sônia Braga, concorre ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro.

 

Além das 14 diferentes categorias dos Sprit Awards e do Robert Altman Award, estão outros prêmios especiais, como o 20º premio anual dos produtores (patrocinado por Piaget, reconhece os novos produtores que, mesmo com recursos limitados, mostram a criatividade, tenacidade e visão necessárias para produzir filmes independentes de qualidade); o 23º Someone to Watch (patrocinado por Kiehl's desde 1851, reconhece um talentoso cineasta de visão singular e que ainda não tenha recebido o reconhecimento adequado); e o 22º Truer Than Fiction Award (concedido a um diretor novato de não-ficção e que ainda não tenha recebido um reconhecimento significativo), os indicados são:

 

MELHOR FILME

American Honey- Produtores: Thomas Benski, Jay Van Hoy, Lars Knudsen, Lucas Ochoa, Pouya Shahbazian, Alice Weinberg

 

Chronic - Produtores: Michel Franco, Gina Kwon, Gabriel Ripstein, Moisés Zonana

 

Jackie - Produtores: Darren Aronofsky, Scott Franklin, Ari Handel, Juan de Dios Larraín, Mickey Liddell

 

Manchester à Beira-mar - Produtores: Lauren Beck, Matt Damon, Chris Moore, Kimberly Steward, Kevin J. Walsh

 

Moonlight – Sob a Luz do Luar - Produtores: Dede Gardner, Jeremy Kleiner, Adele Romanski

 

MELHOR ESTREIA

The Childhood of a Leader - Diretor: Brady Corbet

Produtores: Antoine de Clermont-Tonnerre, Chris Coen, Ron Curtis, Helena Danielsson, Mona Fastvold, István Major

 

The Fits - Diretor/Produtor: Anna Rose Holmer

Produtor: Lisa Kjerulff

 

Other People - Diretor: Chris Kelly

Produtores: Sam Bisbee, Adam Scott, Naomi Scott

 

Swiss Army Man - Diretores: Daniel Kwan, Daniel Scheinert

Produtores: Miranda Bailey, Lawrence Inglee, Lauren Mann, Amanda Marshall, Eyal Rimmon, Jonathan Wang

 

A Bruxa (The Witch) - Diretor: Robert Eggers

Produtores: Daniel Bekerman, Jay Van Hoy, Lars Knudsen, Jodi Redmond, Rodrigo Teixeira

 

PRÊMIO JOHN CASSAVETES (concedido ao melhor filme produzido com menos de 500 mil dólares)

Free in Deed  - Autor/Diretor: Jake Mahaffy

Produtores: Mike Bowes, Mike S. Ryan, Brent Stiefel

 

Hunter Gatherer - Autor/Diretor: Josh Locy

Produtores: Michael Covino, April Lamb, Sara Murphy, Isaiah Smallman

 

Lovesong - Autor/Diretor: So Yong Kim

Autor/Produtor: Bradley Rust Gray

Produtores: David Hansen, Alex Lipschultz, Johnny Mac

 

Nakom - Autor/Diretor/Produtor: TW Pittman

Diretor/Produtor: Kelly Daniela Norris

Writer/Produtor: Isaac Adakudugu

Produtor: Giovanni Ximénez

 

Spa Night - Autor/Diretor: Andrew Ahn

Produtores: David Ariniello, Giulia Caruso, Ki Jin Kim, Kelly Thomas

 

MELHOR DIRETOR

Andrea Arnold, American Honey

Barry Jenkins, Moonlight – Sob a Luz do Luar

Pablo Larrain, Jackie

Jeff Nichols, Loving

Kelly Reichardt, Certas Mulheres (Certain Women)

 

MELHOR ROTEIRO

Barry Jenkins, Moonlight – Sob a Luz do Luar (História por Tarell Alvin McCraney)

Kenneth Lonergan, Manchester à Beira-mar

Mike Mills, 20th Century Women

Ira Sachs e Mauricio Zacharias, Little Men

Taylor Sheridan, Hell or High Water

 

MELHOR ROTEIRO DE ESTREIA

Robert Eggers, A Bruxa (The Witch)

Chris Kelly, Other People

Adam Mansbach, Barry

Stella Meghie, Jean of the Joneses

Craig Shilowich, Christine

 

MELHOR CINEMATOGRAFIA

Ava Berkofsky, Free In Deed

Lol Crawley, The Childhood of a Leader

Zach Kuperstein, The Eyes of My Mother

James Laxton, Moonlight – Sob a Luz do Luar

Robbie Ryan, American Honey

 

MELHOR EDIÇÃO

Matthew Hannam, Swiss Army Man

Jennifer Lame, Manchester à Beira-mar

Joi McMillon, Nat Sanders, Moonlight – Sob a Luz do Luar 
Jake Roberts, Hell or High Water

Sebastián Sepúlveda, Jackie

 

MELHOR ATRIZ

Annette Bening, 20th Century Women

Isabelle Huppert, Elle

Sasha Lane, American Honey

Ruth Negga, Loving

Natalie Portman, Jackie

 

MELHOR ATOR

Casey Affleck, Manchester à Beira-mar

David Harewood, Free In Deed

Viggo Mortensen, Capitão Fantástico

Jesse Plemons, Other People

Tim Roth, Chronic

 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Edwina Findley, Free In Deed

Paulina Garcia, Little Men

Lily Gladstone, Certas Mulheres (Certain Women)

Riley Keough, American Honey

Molly Shannon, Other People

 

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Ralph Fiennes, A Bigger Splash

Ben Foster, Hell or High Water

Lucas Hedges, Manchester à Beira-mar

Shia LaBeouf, American Honey

Craig Robinson, Morris from America

 

PRÊMIO ROBERT ALTMAN

Moonlight – Sob a Luz do Luar 
Diretor: Barry Jenkins

Diretor de Elenco: Yesi Ramirez

Elenco: Mahershala Ali, Patrick Decile, Naomie Harris, Alex Hibbert,

André Holland, Jharrel Jerome, Janelle Monáe, Jaden Piner, Trevante Rhodes e

Ashton Sanders

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

13th - Diretor/Produtor: Ava DuVernay

Produtores: Spencer Averick, Howard Barish

 

Cameraperson - Diretor/Produtor: Kirsten Johnson

Produtor: Marilyn Ness

 

I Am Not Your Negro - Diretor/Produtor: Raoul Peck

Produtores: Rémi Grellety, Hérbert Peck

 

O.J.: Made in America - Diretor/Produtor: Ezra Edelman

Produtores: Nina Krstic, Tamara Rosenberg, Caroline Waterlow

 

Sonita - Diretor: Rokhsareh Ghaem Maghami

Produtor: Gerd Haag

 

Under the Sun - Diretor: Vitaly Mansky

Produtor: Natalya Manskaya

 

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Aquarius, Brasil (Kleber Mendonça Filho)

Chevalier, Grécia (Athina Tsangari)

Três Lembranças da Minha Juventude (My Golden Days), França (Arnaud Desplechin)

Toni Erdmann, Alemanha/Romênia (Maren Ade)

Sob a Sombra (Under The Shadow), Irã/Reino Unido (Babak Anvari)

 

20º PIAGET PRODUCERS AWARD

Lisa Kjerulff

Jordana Mollick

Melody C. Roscher & Craig Shilowich

 

23º KIEHL'S SOMEONE TO WATCH AWARD

Andrew Ahn, Spa Night

Claire Carré, Embers

Anna Rose Holmer, The Fits

Ingrid Jungermann, Women Who Kill

 

22º TRUER THAN FICTION AWARD

Kristi Jacobson, Solitary

Sara Jordenö, Kiki

Nanfu Wang, Hooligan Sparrow

 

Em 2016 foram recebidas 382 inscrições, das quais foram selecionados os indicados por um comitê do Spirit Awards – composto por escritores, diretores, produtores, cinematógrafos, editores, atores, críticos, diretores de elenco, organizadores de festivais de cinema e profissionais do cinema. Os indicados são eleitos de acordo com o seguinte critério: nível único de visão, tema original e cativante, administração de recursos (com foco no custo total de produção e compensação pessoal) e a porcentagem de financiamento de fontes independentes.

 

Agora em sua 32ª edição, os Spirit Awards são uma celebração anual que reconhece os filmes dirigidos por artistas, produzidos com economia de recursos, por cineastas cujos filmes encarnam a independência e a originalidade. Os Spirit Awards reconhecem o trabalho dos cineastas independentes dos Estados Unidos e levam os melhores filmes do ano dessa categoria a um público mais amplo.

 

Com mais de 250 eventos anuais, a Film Independent oferece acesso a uma rede de artistas que estão levando criatividade à indústria do cinema. O programa da Film Independent de Desenvolvimento Artístico realiza workshops gratuitos para escritores selecionados, produtores e documentaristas, além de oferecer oportunidades de networking. Já o Projeto Involve é um programa dedicado a alimentar a carreira de cineastas talentosos, vindos de comunidades tradicionalmente sem representatividade na indústria do cinema.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016