ANIMAL PLANET ACOMPANHA ESTUDANTES DE VETERINÁRIA NA RETA FINAL DA GRADUAÇÃO

 
 
 
Série tem acesso aos procedimentos realizados em hospitais veterinários e capta as emoções do ofício na perspectiva dos estudantes
 
 
 
Cena da série
 
 

Noites mal dormidas, dedicação total aos estudos, esforço absoluto para atingir precisão nos procedimentos cirúrgicos, controle emocional e técnicas avançadas de limpeza de xixi de gatos e cachorros – veterinários às vésperas do recebimento do diploma têm muito a aprender.

A partir de sábado, 18 de fevereiro, 19h50, o Animal Planet registra a rotina de seis estudantes no quarto e último ano da graduação, com a nova série VETERINÁRIOS DO FUTURO (Life At Vet U). O período em que estão Melanie, Clint, Rebecca, Lindsay, Morgan e Max é crucial em suas trajetórias profissionais – é nele que os estudantes sairão das salas de aula da Universidade da Pensilvânia e passarão a atender pacientes reais em hospitais veterinários, lidando com os dramas das famílias que levam seus bichinhos ao atendimento.

Além de estar nos corredores, salas de cirurgia e de espera dos hospitais veterinários, os seis episódios de uma hora vão à casa dos estudantes, onde eles gravam os próprios depoimentos com câmeras portáteis, e os acompanha nos raros momentos de lazer – quando a clínica, inevitavelmente, surge entre assuntos banais e drinks.

Colocar em prática os conceitos vistos nos livros, equilibrando ansiedade e expectativa de ter sob sua responsabilidade as vidas dos animais atendidos é grande aprendizado para eles, que muito em breve deverão ter autonomia total no exercício da profissão.  Eles trabalham na clínica durante o dia, estudam à noite e ainda precisam cuidar das questões pessoais e decidir o que farão quando a faculdade terminar.

Ao revelar as suas perspectivas individuais, os protagonistas aprendem a ser veterinários diante das câmeras e compartilham a nobreza da profissão que escolheram. A seguir, o breve perfil dos participantes de VETERINÁRIOS DO FUTURO.

Melanie é a mais velha da turma.  Decidiu fazer veterinária aos 29 anos, quando deixou o último emprego e resolveu tomar novo rumo na carreira. Acorda às 5h30 e vai direto para o hospital, onde cuida de animais de pequeno porte.

Clint perdeu o pai durante o terceiro ano. É na memória do grande incentivador de sua carreira veterinária que ele encontra forças para prosseguir. Trabalha como voluntário na clínica de treinamento para cães de serviço.

Rebecca sempre quis ser veterinária e ama os animais. Manter o controle emocional, transmitindo confiança aos donos dos pacientes, é um grande desafio que ela enfrenta enquanto trabalha na área de oncologia veterinária.

Lindsay descobriu que seria veterinária quando trabalhava como voluntária em um abrigo para animais abandonados. Desde então, se dedica com paixão à vocação. Quer ser a melhor.

Morgan está se especializando no atendimento a pacientes equinos. Herdou a paixão por cavalos do pai, que cresceu em uma fazenda. Vem de uma graduação exaustiva que quase abandonou.

Max viajou ao Quênia onde trabalhou como voluntário no atendimento a animais selvagens. Assim decidiu que gostaria de ser veterinário. Sente-se à vontade entre os bichos e passa as poucas horas de descanso ao lado dos cães na ala de recuperação.

Nos passos finais da formação da turma estão profissionais tarimbados como o Dr. Richardson e a Dra. Beale, ensinando os procedimentos mais sofisticados a seus futuros colegas.

No primeiro episódio, Clint cuida de Tyler, cãozinho de nove anos que vai passar por um complicado procedimento para remoção das cataratas. A oftalmologista veterinária Dra Beale destaca a dificuldade da cirurgia de Tyler e enfrenta complicações durante o trabalho. Morgan cuida de uma lhama e seu filhote – a mãe vem perdendo peso e a estudante precisa investigar as causas. Depois, Morgan aprende a colocar o pino em uma fratura na pata de um cavalo e sente a pressão de estar perto da formatura. Especializado em cirurgias em animais de grande porte, Dr. Richardson mostra que sua paixão pela clínica é proporcional à rigorosidade com os estudantes. Rebecca atende um labrador com suspeita de tumor. Durante os exames, ela encontra nódulos no pulmão e evidências de metástase – surge a difícil tarefa de contar à família que os prognósticos não são animadores.

Max cuida de um cão resgatado que terá a pata dianteira amputada e aplicará sua primeira anestesia. Ele precisa agir rápido, pois dos batimentos caíram drasticamente. Todos estão nervosos com a classificação para o programa de estágios, que definirá o futuro na parte prática da formação.

SERVIÇO

VETERINÁRIOS DO FUTURO (Life At Vet U)

Estreia: sábado, 18 de fevereiro, 19h50

Classificação indicativa: 10 anos

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016