O Carnaval e suas diversas expressões é tema de programação especial no SescTV


 

As atrações vão ao ar do dia 24 a 28 de fevereiro



Lamartine Babo. Foto: Emidio Luisi.


Quatorze programas, entre documentários, dramaturgia, debate, shows, séries e espetáculo de dança, abordam o Carnaval e suas diversas expressões do dia 24 a 28 de fevereiro, no SescTV.

 

As exibições começam com a dramaturgia de Antunes Filho em Lamartine Babo, dirigida por Emerson Danesi e encenada pelo Centro de Pesquisa Teatral – CPT, do Sesc. No espetáculo, que vai ao ar no dia 24/2, sexta, às 23h, um grupo de atores - que prepara uma homenagem ao compositor - recebe a visita do misterioso Silveirinha.

 

No dia 25/2, sábado, às 12h, é a vez do documentário Espia Só, dirigido por Saturnino Rocha. A produção mostra a trajetória do maestro e compositor gaúcho Octávio Dutra (1884 – 1937), autor de mais de 500 músicas, entre choros, sambas e valsas. Outro documentário, A Linha e o Passo, de Talita Miranda, retrata a identidade visual das ruas de Recife no carnaval, no dia 28/2, terça, às 15h30. 

 

Diversos sons que permeiam a maior festa brasileira podem ser apreciados em cinco episódios da série Coleções, com direção geral de Belisario Franca. O primeiro, Carnaval, narra histórias de dois blocos cariocas: Cordão do Boitatá e Cacique de Ramos, no dia 25/2, sábado, às 13h30. O segundo, Frevo, fala sobre esse ritmo, tanto na música como na dança, no dia 26/2, domingo, às 13h30. Já o episódio Samba Enredo aborda a tradição das composições feitas para desfiles de carnaval nas principais escolas de samba do Rio de Janeiro, no dia 27/2, segunda, às 11h. Neste mesmo dia, às 16hFolguedos: Afoxé apresenta o ritmo Ijexá; e, ainda neste dia, às 23h30Patrimônios da Humanidade – Centro Histórico de Olinda (PE) mostra a cidade que é berço do tradicional carnaval de bonecos gigantes.

 

Voltando ao dia 25/2, sábadoàs 21h, vai ao ar Praça da Estação BH, episódio da série Arquiteturas, dirigida por Paulo Markun e Sergio Roizenblit. A produção fala sobre a ocupação cultural da população em locais do centro de Belo Horizonte, a começar pela Praça da Estação, local do projeto Praia da Estação e do carnaval de rua. No mesmo dia, às 22h, o show Paula Lima e D. Ivone Lara cantam Clementina de Jesus lembra canções que marcaram época na voz da homenageada. Outro show, Ska Maria Pastora, traz, no dia 26/2, domingo, às 18h, o noneto pernambucano que funde ska e frevo, com influências do jazzreggae, da ciranda, entre outros.

 

Ainda no dia 26/2, domingo, às 17h, vai ao ar O Samba Pede Passagem, da série Contraplano, dirigida por Luiz R. Cabral. A produção analisa o samba como identidade cultural a partir dos filmes: Garotas e Samba (1957), direção Carlos Manga; O Mandarim (1995), direção Júlio Bressane; Paulinho da Viola – Meu Tempo é Hoje (2003), direção Izabel Jaguaribe; e Cartola – Música Para os Olhos (2006), direção Hilton Lacerda e Lírio Ferreira. Com participação do professor de filosofia Celso Favaretto e do artista plástico Luiz Aquila.

 

O canal apresenta ainda outras três atrações com o tema carnaval, todas no dia 28/2, terçaÀs 17h, o episódio Alegorias e Estresse nas Avenidas, da série Estilhaços, dirigida por Kiko Goifman; às 18h, a coreografia Sapatos Brancos, encenada pelo Núcleo Artístico Luís Ferron, exibida na série Dança Contemporânea, com direção para TV de Antonio Carlos Rebesco; e, às 23hO Choro da Cuíca, da série Temporal, também com direção de Kiko Goifman, mas desta vez em parceria com Olivia Brenga.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016