Trabalhadores brasileiros e seu cotidiano são destaque na programação do SescTV


 

Atrações que acompanham o dia-a-dia de profissionais de diversas áreas são exibidas no dia 1º de maio, a partir das 21h

 


 

O SescTV exibe quatro produções que discutem temas sobre trabalhadores e seus ofícios no dia 1º de maio. Na série Super Libris, dirigida por José Roberto Torero, o episódio Operários do Mundo, Escrevei!, às 21h, aborda a literatura proletária a partir da experiência do escritor Roniwalter Jatobá. Em Estilhaços, dirigia por Kiko Goifman, os episódios Profissões Surgindo, Profissões Sumindo, às 21h30, e O Equilíbrio dos Professores e a Delicadeza da Mudança, às 23h, trazem discussões sobre as profissões e as mudanças no mercado de trabalho. No programa Contraplano, com direção de Luiz R. Cabral, o episódio O Operário Ontem e Hoje, que vai ao ar às 22h, debate a trajetória dos operários brasileiros através do cinema.(Assista também em sesctv.org.br/avivo).

 

Em Operários do Mundo, Escrevei!, o jornalista, escritor e ex-operário Roniwalter Jatobá expõe os processos de criação e inspiração de suas obras, protagonizadas por trabalhadores. O programa aborda a chamada literatura operária, "aquela que vem de alguém que teve uma experiência profunda no meio operário", afirma Jatobá. O episódio integra a série Super Libris, que discute o universo da literatura e percorre os caminhos da criação de um livro.

 

Na série Estilhaços, que propõe uma reflexão crítica sobre a ideia de ética aplicada no cotidiano de grupos sociais, o episódio Profissões Surgindo, Profissões Sumindo mostra as alterações no mercado de trabalho trazidas pelas mudanças tecnológicas para os headhunters - profissionais de recursos humanos e para os ascensoristas. Outro episódio exibido na data, O Equilíbrio dos Professores e a Delicadeza da Mudança, expõe as responsabilidades e a flexibilidade necessárias para professores e carregadores de mudanças, no exercício de suas funções.

 

Por fim, a imagem do operário brasileiro ao longo do tempo é discutida pelo cineasta Ugo Giorgetti e pelo psicanalista Tales Ab'Saber, no episódio O Operário Ontem e Hoje, da série Contraplano. Em debate, eles comentam filmes como Eles Não Usam Black-Tie (1981), de Leon Hirszman; O Homem que Virou Suco (1980), de João Batista de Andrade; Garotas do ABC (2003), de Carlos Reichenbach; e Peões (2004), de Eduardo Coutinho. "Tem uma coisa que eu gosto demais nesses filmes é que eles dão uma dignidade à classe trabalhadora, ao proletariado", explica Ab'Saber. O programa debate o olhar do cinema brasileiro e latino-americano e promove a reflexão sobre a pluralidade cultural.

--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016