CINEGRAFISTA INVESTIGA RELATOS COLHIDOS DURANTE A CARREIRA PARA AVERIGUAR EXISTÊNCIA DE FERAS MISTERIOSAS

 
 
 
Depois de visitar mais de 90 países captando imagens da vida selvagem, Mungo lidera expedições em busca de predadores que a ciência
ainda não conhece
 
 
 
 

Mungo em cena da série

Um dos mais experientes cinegrafistas da vida selvagem, Mungo sempre esteve atrás das câmeras, colocando em evidência a magnificência de paisagens isoladas e hostis. Durante os mais de vinte anos de carreira, Mungo reuniu histórias que suas imagens ainda não contaram, bastidores da profissão que entram em foco com a estreia de LENDAS SELVAGENS(Expedition Mungo), nova série do Discovery.

Com estreia na quinta-feira, 20 de julho, às 21h30, os seis episódios partem dos arquivos de Mungo para explorar relatos sobre a existência de predadores ainda não descobertos pela ciência. Dessa vez, Mungo lidera expedições que retornam a povoados, vilarejos e comunidades isoladas onde essas histórias sobre feras misteriosas são transmitidas há gerações.

Em cada episódio, Mungo e sua equipe empreendem uma missão exploratória, viajando a diferentes destinos para captar imagens inéditas de seres que povoam lendas aterrorizantes e que teriam desferido ataques a humanos. Com Mungo está uma equipe formada por outros cinegrafistas, além de guias que acompanham toda jornada.

Ao conversar com moradores locais e investigar aquilo que lhe é contado, Mungo segue a trilha das pistas para descobrir até onde vão as lendas e qual parte dos relatos faz referência a espécies que ainda não foram catalogadas. O grande objetivo é conseguir encontrar esses animais e filmá-los pela primeira vez.

Entre os destinos da temporada estão Bornéu, onde Mungo procura pelo Genali, criatura semelhante a um dragão; a savana da Namíbia, que seria habitada por um animal com poderes sobrenaturais; e a Libéria, onde o Gbahali seria um dos mais vorazes remanescentes dos dinossauros. Na Índia, Mungo revisita os casos de ataques desferidos por um ser que reuniria características de humanos e símios; e, na Argentina, investiga a existência do temido Ucumar.

Mungo já esteve em todas essas localidades, trabalhando como cinegrafista. Em seu retorno, ele parte do vasto material de arquivo – registros de making ofe entrevistas antigas – para iniciar a investigação. Assim acontece no episódio de estreia da série: treze anos depois de sua primeira visita à Amazônia peruana, Mungo está de volta em busca de uma serpente de proporções colossais – a Yacumama, um réptil que chegaria aos 50 metros de comprimento.

A aventura começa na região peruana de Yurimaguas, onde Mungo ouviu pela primeira vez, há mais de uma década, sobre a serpente gigante que jamais teria sido filmada. As histórias contam que a Yacumama, ou "a dona do rio", já teria levado incontáveis vidas para o fundo de águas turvas.

Matilda Flores é uma das testemunhas que contam sobre os ataques ferozes da Yacumama – quando tinha 16 anos, ela viu dois pescadores que teriam sido devorados pela cobra, e  também presenciou a tentativa de matar a fera com explosivos detonados dentro do rio. Depois de conversar com Matilda, Mungo precebe que precisa de mais: ele quer encontrar-se com alguém que tenha visto a Yacumama. Assim, Mungo chega a Elias Aladino Pinedo, o homem com uma história de vingança contra a temida Yacumama.

SERVIÇO

LENDAS SELVAGENS (Expedition Mungo)

Estreia: quinta-feira, 20 de julho, às 21h30

Classificação indicativa: 12 anos




--
Line-UP - Divulgação de Programação e Distribuição de Canais de TV.
http://www.lineup.net.br
http://blog.lineup.net.br
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Netflix anuncia projeto ainda sem título: nova série infantil animada inspirada em músicas clássicas da Motown

FOX: DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO 1 A 7 DE AGOSTO DE 2016

Gloob lança mais uma maratona Gloob Duni Tê